Ir para o conteúdo principal

Voos Ryanair

Sendo uma das maiores companhias de baixo custo do continente europeu, a Ryanair é irlandesa e tem base em Dublin, capital do país. Apesar de sua cidade natal, a empresa desenvolve a grande maioria de suas operações a partir da Inglaterra, em sua base de Londres.

Alcançando 22 países, a empresa opera atualmente mais de 360 rotas e foi a primeira companhia aérea estrangeira a marcar presença em Portugal, com uma base no Aeroporto Francisco Sá Carneiro, na cidade do Porto. No país a empresa também conquistou seu espaço nos aeroportos de Faro, no Algarve e Lisboa, na capital.

Por conta de suas tarifas baixas e frequência de voos, a Ryanair represente um dos maiores sucessos da aviação civil europeia e continua sendo uma das mais escolhidas no continente.

Em 1985, Christy Ryan, Tony Ryan e Liam Lonergan tiveram a ideia de criar uma empresa para oferecer voos de baixo custo do Reino Unido para a Irlanda, já que o país conta com uma grande comunidade irlandesa. Dez anos depois, em 1995, a empresa contava o transporte de mais de dois milhões de pessoas pela Europa, que só foi possível pelo sucesso da administração do então presidente da companhia, Michael O’Leary.

Tempos depois, em agosto de 2007, a empresa teve uma ideia para expandir ainda mais seus clientes. A companhia introduziu um novo sistema de pagamento. A inovação cobra uma taxa extra de passageiros que registram check-in com malas no porão e visa popularizar as viagens sem bagagem e com o check-in pela internet.

A Ryanair se pronuncia como a companhia que oferece a frota de aviões mais nova, verde e silenciosa na Europa. Até 2012, a empresa esperava possuir 292 aeronaves a serviço de seus clientes. Esse número chegou a 200 unidades em 2009, quando a empresa completava 24 anos de operação.

Em abril do 2013, em levantamento feito pela própria empresa, a idade média de sua frota de aviões era de 4 a 3 anos. Isso comprova sua afirmação de ter os aviões mais novos do continente. Outra afirmação comprovada é a de que os aviões fazem menos barulho, já que as aeronaves da Ryanair foram adaptadas para receber os chamados winglets, que são componentes aerodinâmicos posicionados na extremidade livre da asa da aeronave, tendo por função barulhos e trepidações, além da perda de sustentação na parte final da asa. 

Após uma medida que visava melhorar os serviços à bordo, a companhia áerea Ryanair viu seu lucro crescer. Depois de prestar mais atenção às reclamações dos usuários, os lucros da empresa irlandesa cresceram 32% no semestre terminado em setembro. A empresa espera lucro anual de 621 milhões de libras, crescimento de 18% em relação ao ano anterior.

Entre as mudanças que a companhia adotou estão reserva de assentos, diminui nas restrições para bagagem de mão e diminuiu as taxas. Também lançou a classe executiva, com passagens flexíveis, assentos “premium” com mais espaço para as pernas e embarque prioritário.

A mudança fez os números subirem. O lucro animou os executivos da empresa, mas as esperanças são maiores. Espera-se que, para os últimos três meses do ano fiscal, o número de passageiros cresça 20%.

pontuação dos usuários

  • Atendimento
  • Comida
  • Pontualidade
  • Programa de millas
  • Conforto
  • Qualidade/Preço
Pontuação Geral 8,5

opiniões dos usuários

Fabiana Freitas
Otimo a viagem e o site voos.com, so posso agradecer por tudo.
Bernardo Ramos
Em relacão custo beneficio eu recomendo esta linha aerea.
Maicon Do Nacimento
Na verdade não acreditava nesta linha aerea, mas tenho que reconhecer o bom atendimento, pontialidade e o conforto.
Mara Melo
Casi tudo excelente, so pra melhorar a comida.
Édson Da Silva
Gostei muito do voo e a simplicidade do site, vou recomendar
Janayne Nunes
Até a próxima Ryanair